“Nada a Fazer?”, chamada a artistas para refletir sobre as cidades, suas contingências, singularidades locais ou aspectos comum entre outras tantas cidades.
Curadoria Pedro Pais Correia
“jardins Efémeros”, Viseu, Julho de de 2013

Os Querubins são seres misteriosos, de formas híbridas, que velavam o Jardim do Édem. Inspirado nesse conceito de formas mistas resgata-se a arquitetura histórica de Viseu com uma linguagem de arte contemporânea. A colagem como procedimento técnico tem uma história antiga, mas sua incorporação na arte do século XX, com o cubismo, representa um ponto de inflexão na medida em que liberta o artista do jugo da superfície. Ao abrigar no espaço do quadro elementos retirados da realidade , a pintura passa a ser concebida como construção sobre um suporte, o que dificulta o estabelecimento de fronteiras rígidas entre pintura e fotografia.